Presos podem ter sua pena diminuída pela prática da leitura

foto: pixabay

Todos conhecemos as vantagens da leitura. Dependendo do que for lido pode melhorar a nossa inteligência, nos tornar mais cultos. Certamente, aprenderemos a escrever e nos comunicar um pouco melhor.


Entretanto, para quem estiver cumprindo pena, não serão somente estas as vantagens da leitura. Um condenado poderá remir alguns dias de sua pena após ler um livro e escrever uma resenha de tal obra.
Foi o que decidiu o Superior Tribunal de Justiça, seguindo uma recomendação do Conselho Nacional de Justiça.
Portanto, aquele preso que aprendeu o gosto pela leitura será beneficiado. E se ele for bom para escrever, mais ainda. E se ele tomar gosto pelos estudos, queira Deus não volte mais para o crime.

Entretanto, curiosamente, a mesma corte de justiça não permitiu que o Fernandinho Beira Mar pudesse ler a obra "Conspiração Federal" que expõe a segurança em penitenciárias federais.

Por que será?...

Comentários

Mais visitadas do mês

Manaém, o colaço de Herodes

Aprendendo com os erros do Rei Amazias

Os discípulos ocultos de Jesus

Resenha da obra "Ego Transformado", de Tim Keller

E não endureçais os vossos corações (Hebreus 3.7-13)

Acolhei ao que é débil na fé - uma reflexão sobre romanos 14.1

Panorama do Novo Testamento: O Evangelho de João

Considerações acerca das bem-aventuranças

Panorama do Novo Testamento: Atos dos Apóstolos

As características do ministério de Cristo