sexta-feira, 19 de junho de 2015

Sobre intolerância religiosa



Tem sido noticiado o apedrejamento sofrido por uma menina iniciada no candomblé por supostos evangélicos.

É comum que evangélicos realizem tal tipo de ato?

Tenho vinte anos de caminhada evangélica. Eu pessoalmente nunca vi nada parecido, nem de ouvir falar. Entretanto, o universo religioso brasileiro é muito maior do que minha experiência pessoal.

Em caso de serem realmente frequentadores de igrejas evangélicas, precisamos nos perguntar: que tipo de religião tem sido ensinada a esse povo? Será que estamos vendo agora o fruto de uma religião equivocada em equivocadas igrejas? Uma religião que tem pregado a intolerância e o ódio ao invés do amor?

O fato é que existe muita gente despreparada ensinando religião por aí. E colocando ênfase, nas Sagradas Escrituras, onde não deveria colocar.

Os cristãos, de modo geral, acreditam na inspiração de toda a Escritura Sagrada. Entretanto, os crentes precisam entender que, embora toda a Bíblia seja inspirada, o Evangelho é para nós o centro de tudo!

Não é impossível que discípulos inexperiente de Cristo tenham um viés intolerante! Tiago e João perguntaram para Jesus se poderiam orar para que caísse fogo do céu sobre os samaritanos (Lucas 9.54), e isso baseados na experiência de um profeta do antigo testamento (2 Reis 1.12). Prontamente eles foram corrigidos por Jesus (Lucas 9.55)!

Assim, estes supostos evangélicos destas supostas igrejas precisam também de correção! Precisamos fazer uma campanha para conscientizar os evangélicos que eles são seguidores de Jesus, não de Elias, Moisés, Davi, ou qualquer outro santo do Antigo Testamento.

No caso da moça apedrejada, que o Senhor a guarde, que ela possa perdoar seus agressores, e que as autoridades possam punir os tais na forma da lei. Mas que os tais possam se arrepender do mal que cometeram, pois se forem mesmo evangélicos, prestaram um desserviço pela causa.


LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...