quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Igreja Católica perde dois mil religiosos todos os anos

Segundo Cardeal D. Braz de Aviz a Igreja Católica perde dois mil fiéis por ano, sendo que a maioria que desiste é da Europa. No velho continente, ao que tudo indica, neste ritmo, as vocações religiosas vão desaparecer.

Entre outros motivos, o Cardeal apontou o problema de autoridade dentro de algumas congregações, ou mesmo de relacionamento entre os religiosos. 

Em que pese a probabilidade de tal diagnóstico estar correto, acredito que o modo secular de vida europeu que tem proporcionado tal escassez de religiosos. Não saberia dizer se o problema está realmente "dentro" ou fora.

A Europa, há muito, já parece ter tentado proclamar sua independência de Deus e de sua cultura cristã. Isso tem resultado em uma diminuição de vocações religiosas, fechamento de igrejas, diminuição de cristãos. Em contrapartida, cresce o número de imigrantes muçulmanos, entre outras religiões.

A vocação religiosa é, em sua gênese, algo belo e muito útil para a sociedade. A pessoa passa a se dedicar integralmente ao encontro com o Sagrado, e muitas prestavam serviços de socorro em suas regiões. Acontece que agora, a maior parte de tais vocações irá florescer provavelmente em nações menos desenvolvidas, onde o catolicismo tem crescido.

Com informações da Em.com.br

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...