sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Oração do Pai nosso: assim como nós perdoamos

E perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores (Mateus 6.11);


Há duas formas de se interpretar esta parte da oração do Pai nosso.
 
A primeira, clássica, é que Deus não nos perdoa se nós não perdoarmos quem nos machucou.
 
A situação é mais ou menos a seguinte:
 
Alguém te fez algo muito ruim. Te traiu, te roubou, fez as piores coisas possíveis.
 
E você fica muito triste, muito magoado, muito machucado, indescritivelmente partido.
 
Ai, obviamente, você terá uma imensa dificuldade em perdoar.
 
Entretanto, alguns bem intencionados, além de toda a indescritível dor que você está sentindo, irão te dizer: perdoa, senão Deus não te perdoa...
 
E aí, somando-se a todo o peso da dor que você já carrega, acrescenta-se ainda a imposição divina para que você exerça também o seu perdão...
 
E o problema desta interpretação, parece-me, é que faz parecer que a salvação é por obras, e não por graça, não por fé... (Efésios 2.8-9)
 
Outra forma que interpreto esta passagem:
 
Dizer "perdoa-nos assim como nós perdoamos" é, antes de tudo, uma confissão de fé.
 
É dizer para o Senhor que queremos perdoar, ainda que não sintamos a mínima vontade, o mínimo desejo disso fazer.
 
E isso porque, antes de perdoarmos alguém, já fomos perdoados pelo Senhor.
 
Ele nos deu o seu perdão primeiro.
 
A Escritura nos diz que "quando nós ainda éramos pecadores, Jesus deu sua vida por nós" (Romanos 5.8).
 
E que "não fomos nós que o amamos, mas Ele nos amou primeiro" (I João 4.10).
 
Deus sabe a sua dor, o que você sofreu. Ele não está lá, "de cara feia pra você" porque você não consegue exercer perdão.
 
Ele conhece cada mágoa, cada dor, cada tristeza tua.
 
Não está lá de braços cruzados, te dizendo: "se você não perdoar, eu também não te perdoo".
 
Ele vai te ajudar, vai movimentar pessoas, vai te dar condições de você perdoar quem te feriu.
 
E a paz vai voltar reinar na tua alma.
 
Tudo isso é gradativo, é fruto da graça d'Ele, do amor d'Ele.
 
Você não precisa sentir-se culpado se isso demorar um pouco. É natural.
 
Com tranquilidade você irá superar isso que te ocorreu.
 
O perdão de Deus te encherá de alegria, a sabedoria de Deus te ensinará o momento certo, e a paz d'Ele encherá o teu coração.
 

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...