quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

O sofrimento que une



Sabemos que a maior parte dos cristãos que têm sofrido na Síria, no Iraque e regiões adjacentes não são evangélicos. São ortodoxos, ou ainda, pertencentes a alguma jurisdição independente, como os coptas e os assírios.

Mas ainda assim é muito bonito de se ver, ainda que minimamente, a solidariedade com que todos os cristãos, de modo geral, estão condoídos por tudo o que tem acontecido naquela localidade. Precisamos nos lembrar dos que sofrem, como se fôssemos nós no seu lugar.

Será que o sofrimento e a perseguição é o único modo de unir todos os cristãos?

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...