Um jeito de receber Jesus

Atualmente, quando alguém nos procura perguntando como deve fazer para receber Jesus, geralmente lhe ensinamos algumas metodologias.

Uma delas é fazer a oração do penitente, dizendo que se arrependeu de todos os pecados e que agora está recebendo Jesus em seu coração.

Após, encaminhamos tal pessoa para ser batizado, e, enfim, participar do cotidiano da igreja, comungando da ceia do Senhor, e se envolvendo em algum trabalho.

Se formos católicos ou ortodoxos, também teremos nossos métodos, catecismos, credos, etc.

Isso tudo é ótimo, porém, há outra forma, conforme o próprio Senhor ensinou.

Houve uma certa ocasião em que os discípulos de Jesus discutiam entre si quem era o maior dentre eles.

Você poder ler em Marcos 9.33-37.

Discussão importante, né?

Só que não!

Ao perceber tal discussão, Jesus perguntou para eles do que se tratava o papo.

Ninguém respondeu nada. Houve silêncio. Provavelmente ficaram envergonhados por discutirem algo tão banal.

Jesus, obviamente, sabia do que se tratava.

Tanto que os advertiu que, quem quisesse ser considerado o primeiro no reino do Pai, teria que se fazer servo de todos.

E como se não bastasse, ele ainda chamou uma criança, a tomou em seus braços, e ensinou aos seus discípulos: "Qualquer que receber uma criança como esta, em meu nome, a mim me recebe; e qualquer que a mim me receber, não recebe a mim, mas ao que me enviou".

Então, como receber Jesus em sua vida?

Recebendo uma criança em nome dele!

A criança aqui é o símbolo da fragilidade.

Receber é acolher, dar amor.

Quantas crianças precisam de tal amor, não é mesmo?

Banais são as discussões sobre quem é o maior.

Importante mesmo é receber uma criança em nome de Jesus.

Pois assim fazendo, recebemos não somente a criança, mas também Jesus.

Não somente Jesus, mas também o Pai.

E o caminho do encontro para com Deus se torna uma simples criancinha.

Como receber Jesus em sua vida

Comentários

Mais visitadas do mês

Manaém, o colaço de Herodes

Aprendendo com os erros do Rei Amazias

Os discípulos ocultos de Jesus

Resenha da obra "Ego Transformado", de Tim Keller

E não endureçais os vossos corações (Hebreus 3.7-13)

Acolhei ao que é débil na fé - uma reflexão sobre romanos 14.1

Panorama do Novo Testamento: O Evangelho de João

Considerações acerca das bem-aventuranças

Panorama do Novo Testamento: Atos dos Apóstolos

As características do ministério de Cristo