A difícil possibilidade de isolamento para os mais pobres

Estamos todos precisando nos isolar nestes tempos por conta da pandemia envolvendo o Covid-19.

Isto, a fim de evitar o colapso do sistema de Saúde.

Há uma verdadeira guerra nas redes socais acerca deste assunto, com opiniões que se dividem entre aqueles que defendem o isolamento absoluto e os que desejam que a economia volte a funcionar, ainda que de forma gradativa.

Fato é que, o isolamento social é muito difícil, talvez impossível para pessoas de baixíssima renda, notadamente, aquelas famílias numerosas que moram em casas, ou mesmo barracos um tanto quanto apertados.

Em conversa com um amigo de um bairro periférico de São Paulo, ele me contou que por lá, é como se tudo estivesse igual. Quadras cheias, mercados, bares abertos e mesmo igrejas funcionando.

Ainda não estamos no pico da Pandemia, segundo nossas autoridades. Se este vírus atingir o coração de nossas periferias, será, infelizmente, uma verdadeira tragédia.

O problema é que não existe uma ciência para pessoas de alta e outra para pessoas de baixa renda. As recomendações de higiene e certo distanciamento social é recomendado para todos, sob pena de exposição a maiores riscos.

O Brasil, infelizmente, poderá pagar o preço de seu descaso com a população mais desguarnecida, seja pela educação, moradia e saúde precárias.

Qual a solução a curto prazo? Não acho que exista.

Há várias iniciativas da sociedade civil a fim de minimizar os efeitos deste momento, distribuindo cestas básicas e materiais de higiene. Também para os moradores de rua, ainda há uma brava gente que tem levado comida às ruas. É suficiente? Talvez não. Mas, os que podem, devem fazer a sua parte.

Agora, no que se refere aos poderes públicos, as três esferas, federal, estadual e municipal também terão que agir de forma coordenada a fim de minimizar tais impactos, seja através da renda, já disponibilizada pelo governo, e outras medidas de ajuda para pequenos e médios empresários.

A dificuldade de isolamento social nas favelas
Pixabay

Comentários

Mais visitadas do mês

Manaém, o colaço de Herodes

Aprendendo com os erros do Rei Amazias

Os discípulos ocultos de Jesus

Resenha da obra "Ego Transformado", de Tim Keller

E não endureçais os vossos corações (Hebreus 3.7-13)

Panorama do Novo Testamento: O Evangelho de João

Acolhei ao que é débil na fé - uma reflexão sobre romanos 14.1

FONTES DA TEOLOGIA

Considerações acerca das bem-aventuranças

Quem veio primeiro: A Igreja ou as Escrituras?