Da guerra de informações acerca do combate ao CORONAVÍRUS


Este deveria ser um momento em que a sociedade toda unida deveria estar combatendo o inimigo comum, que é o COVID-19.

Entretanto, o que temos visto na mídia e nas redes sociais é uma guerra de informações e opiniões de como seria a melhor forma de combater essa pandemia.

Temos desde os que pedem o isolamento total até aqueles que entendem que tudo não passa de exagero.

Há desencontro, muitas vezes, de informações e mesmo de atitudes entre nossas maiores autoridades.

Espantosamente, vemos protestos em muitas localidades, com aglomerações. E é fato público e notório que em muitas localidades, notadamente nas periferias das capitais, São Paulo inclusive, o isolamento sequer está sendo observado.

E isso tudo, quando já temos um distanciamento das tragédias que ocorreram em outros países, como Itália, Espanha e Inglaterra e nos EUA.

Ou seja, tivemos um tempo razoável para nos preparar.

Infelizmente, por conta de todos estes desencontros, e embora os governadores, notadamente, em minha humilde opinião, o de São Paulo, tenha sido diligente no enfrentamento desta pandemia, tenho a triste sensação de que enfrentaremos dias ainda mais sombrios do que foram até aqui. Até mesmo porque, somos um país muito mais desigual do que os mencionados.

Espero sinceramente estar brutalmente enganado quanto a isso.

De qualquer modo, minha única sugestão a você, é que se cuide da melhor forma que puder, seguindo todas as recomendações de cautela que já têm sido amplamente divulgadas pela mídia, útil, como a diligência extraordinária no que se refere a higiene pessoal e uso de máscara de proteção.

Deus te abençoe grandemente!

Dificuldade de se enfrentar a Pandemia
Pixabay

Comentários

Mais visitadas do mês

Manaém, o colaço de Herodes

Aprendendo com os erros do Rei Amazias

Os discípulos ocultos de Jesus

Resenha da obra "Ego Transformado", de Tim Keller

E não endureçais os vossos corações (Hebreus 3.7-13)

Panorama do Novo Testamento: O Evangelho de João

Acolhei ao que é débil na fé - uma reflexão sobre romanos 14.1

FONTES DA TEOLOGIA

Considerações acerca das bem-aventuranças

Quem veio primeiro: A Igreja ou as Escrituras?