terça-feira, 15 de março de 2016

Será que é bom que a igreja cresça rápido demais?


Vivemos em temos de concorrência eclesiástica, por mais desagradável que seja admitir isso.

Igrejas competindo para saber quem tem mais membros, mais poder, mais influência na sociedade.

Creio ter ouvido falar que há até rádios evangélicas que não tocam o pessoal de outras gravadoras, a não ser que... Bom, vocês sabem!

Com tudo isso, muitos pastores são acometidos pela tensão de precisarem que suas igrejas cresçam a qualquer custo.  Querem talvez sair na mídia, ficarem famosos. Coisas do tipo.

Começam a pensar vários planos, seja de marketing, seja ministerial. Aderem a diversos tipos de programas de evangelismo e métodos de crescimento. Células. G-12. MDA. E várias misturas disto tudo. Fazem campanhas mirabolantes. Vendem produtos milagrosos e por aí vai.

Entretanto, será que já pararam para pensar na palavra em que está escrito que os pastores darão conta da alma de todos os seus liderados (Hebreus 13.17)? Cada um deles. Cada criança, jovem, velho.

Cada pastor de almas deve conhecer cada ovelha sua pelo nome. Orar por elas. Chorar por elas. Veja o tamanho da responsabilidade. Se falhar com somente uma, somente “uminha” terá que prestar contas.

Será que vale a pena mesmo ter um rebanho muito numeroso?

Há muita diferença entre ser um palestrante e ser um pastor.

Sei que há métodos que procuram minimizar o impacto do crescimento dividindo em pequenos grupos. Isso é bom, excelente e necessário. Provavelmente toda igreja que cresça muito precise disso. Mas não é a mesma coisa ser pastoreado por um líder de células do que pelo pastor titular. Casos mais difíceis não podem ser deixados para os líderes de células, apenas.


Por isso talvez haja um lado positivo de não ter um crescimento muito acelerado em pouco tempo. A possibilidade de, aos poucos, ir cuidando de cada qual, cada ovelha, a fim de que estejamos preparados para receber os demais. Talvez o melhor seja que a igreja cresça pessoa a pessoa, família a família, e assim poderemos ter tempo de conviver com mais calma com cada um dos irmãos.

Crescimento da igreja
Pixabay

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...