quinta-feira, 25 de novembro de 2010

A morte substitutiva de Cristo por nós



"Rejeitamos fortemente, portanto, toda explicação da morte de Cristo que não possui no centro o princípio da 'satisfação através da substituição', em verdade, a auto-satisfação divina através da auto-substituição divina. A cruz não foi uma troca comercial feita com o diabo, muito menos uma transação que o tenha tapeado e apanhado numa armadilha; nem um equivalente exato, um 'quid pro quo' que satisfizesse um código de honra ou um ponto técnico da lei; nem uma submissão compulsória da parte de Deus a uma autoridade moral acima dele da qual ele, de outra forma, não poderia escapar; nem um castigo de um manso Cristo por um Pai severo e punitivo; nem uma procuração de salvação por um Cristo amoroso de um Pai ruim, relutante; nem uma ação do Pai que deixasse de lado Cristo como Mediador. Em vez disso, o Pai justo e amoroso humilhou-se, tornando-se em seu Filho Unigênito e através dele carne, pecado e maldição por nós, a fim de remir-nos sem comprometer seu próprio caráter. Necessitamos cuidadosamente definir e salvaguardar os termos teológicos 'satisfação' e 'substituição', mas não podemos, em circunstância alguma, abrir mão deles. O evangelho bíblico da expiação é Deus satisfazendo-se a si mesmo e substituindo-se a si mesmo por nós.

Pode-se dizer, portanto, que o conceito de substituição está no coração tanto do pecado quanto da salvação. Pois a essência do pecado é o homem substituindo-se a si mesmo por Deus, ao passo que a essência da salvação é Deus substituindo-se a si mesmo pelo homem. O homem declara-se contra Deus e coloca-se onde Deus merece estar; Deus sacrifica-se a si mesmo pelo homem e coloca-se onde o homem merece estar. O homem reivindica prerrogativas que pertencem somente a Deus. Deus aceita penalidades que pertencem ao homem somente".


(John Stott, em "A cruz de Cristo", Ed. Vida, p. 144)


Stott é um dos notáveis teólogos anglicanos evangélicos dos últimos tempos. Juntamente com ele, cito também J. I. Packer (O conhecimento de Deus); Alister McGrath (Introdução a Espiritualidade Cristã); N.T.Wright (Simplismente Cristianismo), C.S.Lewis (Cristianismo Puro e Simples), entre outros. Curiosamente, não obstante serem anglicanos, no Brasil, e talvez em boa parte do mundo cristão, são mais lidos pelos evangélicos (eu mesmo, tive contato com tais obras via "Assembléia de Deus"). Penso que a grande riqueza e trunfo teológico no anglicanismo é justamente essa possibilidade de produção teológica com a ajuda de séculos da tradição (visto que a Igreja Anglicana considera-se em continuação com a antiga igreja católica), quanto pela ampla liberdade de produção teológica que geralmente parece ter caracterizado a mencionada igreja.  Considero a obra "A cruz de Cristo" como de leitura obrigatória para todo cristão (mesmo católicos romanos e ortodoxos poderão tirar, em minha opinião, proveito de tal leitura), ainda que em determinada parte, possam discordar no aspecto soteriológico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Marcadores

A glória de Deus (1) A. W. Tozer (1) aborto (4) Abuso Espiritual (1) Aconheceu (1) adoração (3) Alcoolismo (1) alegria (1) Aliança (1) Amizade (3) amor (12) Amor do Pai (1) Ananias (1) anencéfalo (1) anglicanismo (5) angústia (2) Anselm Grün (1) Antropolatria (1) Antropologia (1) Apologética (1) Apostasia (1) Apóstolo Paulo (3) Apóstolo Pedro (1) arminianismo (7) Armínio (2) Arte Cristã (1) Arão (1) ascética (1) Ateísmo (3) Atos dos Apóstolos (1) Atributos de Deus (1) Augustus Nicodemus (1) Autoajuda (1) Avivamento (2) Ação de Graças (1) ação social (2) batalha espiritual (1) bem aventurados (6) Bem aventuranças (2) biografias (4) Bispo (1) Brevidade da Vida (1) Bíblia (1) C.S.Lewis (2) Caio Fábio (1) calvinismo (6) caridade (5) casamento (3) casamento homossexual (2) catolicismo (10) catolicismo romano (4) Charles Finney (1) Charles Hodge (1) choro (1) Citação (15) Citações (2) ciência (1) Clarice LIspector (1) Cobiça (1) compreensão (1) comunhão (1) comunhão com Deus (1) Comunidade (1) Conceito de Teologia (1) Conhecimento de Deus (1) controle da língua (2) controle no falar (1) conversão (1) Corea do Norte (1) correção (1) Corrupção (1) cosmos (1) Cotidiano (1) criacionismo (1) crianças (2) Criação de Filhos (1) cristianismo (3) Cristo (2) cristologia (4) crucificação (2) cruz (4) Decisão (1) Demitologização (1) demônico (2) denominacionalismo (1) desapego (1) Deserto (2) Desigualdade (1) Deus (2) Devocionais (40) devocional (25) dia da Bíblia (1) dia dos pais (1) Diaconato; Anglicanos (1) Dietrich Bonhoeffer (4) dinheiro (3) disciplina (1) Discipulado (11) discípulos (2) discípulos secretos (1) Divórcio (4) diálogo religioso (1) Dogma (1) dogmas (1) Dom Estevão Chenevière (1) domínio da língua (1) Don Richardson (1) dor (1) Dostoiéviski (2) doutrina (2) Dízimo (1) Dízimos e contribuições (1) Dúvida (1) eclesiologia (5) Ecléisa (1) economia (2) ecumenismo (4) Edith Sein (1) Educação (3) egoísmo (1) Eleições (2) Elizabete da Trindade (1) empréstimo (1) Episcopado (1) Eritreia (1) Esboço de Aula (6) Esboços de Aulas (22) Esboços de Sermões (7) Escatologia (1) escola de líderes servos (1) Escola de Servos Líderes (1) Escravidão (1) Esdras (1) esmola (2) esperança (1) espiritualidade (10) Espiritualidade Monástica (1) Espírito Santo (5) Estado laico (7) eucaristia (2) evangelho (8) Evangelho de João (1) evangelicalismo (1) evangelismo (7) evangelização (2) evangélicos (4) evolucionismo (1) Experiência Religiosa (1) Exploração (1) família (1) fariseu (1) filantropia (1) Filho Pródigo (1) finanças (1) Fome e sede de justiça (1) Frank Laubach (1) Freud (1) Fruto (1) fundamentalismo (3) funk (1) (8) G-12 (1) Gastrimargia (1) generosidade (1) Gnosticismo (1) graça (3) greve (1) Gula (1) Gênesis (1) hamartiologia (1) Henri Nouwen (2) Hernandes Dias Lopes (1) Herodes (1) Hesicasmo (1) história do cristianismo (8) homoafetividade (4) homossexualismo (6) Hospitalidade Eucarística (1) humildade (2) idolatria (1) Igreja (9) Igreja Católica (3) Igreja Evangélica Manaim (1) Igreja perseguida (10) imagens religiosas (1) imoralidade (1) Indicação bibliográfica (1) individualismo (1) Iniquidade (1) Instituição (2) intolerância (2) Introdução à Teologia (3) Ira (1) ira de Deus (2) Irmão Lawrence (1) irmão Roger (1) Isaías (1) Islamismo (4) islamsmo (1) J. I. Packer (1) James M. Houston (1) Jean Jaques Rousseau (1) Jean-Yves Leloup (2) jejum (1) Jesus (5) Jesus Cristo (5) John Huss (1) John Stott (2) John Wolmann (1) Jonathan Edwards (1) José do Egito (1) João Batista (2) João Calvino (2) João Cassiano (1) João Cassino (1) João Crisóstomo (3) Justiça (2) Justiça Social (6) (1) Jürgen Moltmann (1) Karl Barth (3) Karl Marx (2) laicismo (2) lamentações (1) Lectio Divina (2) legalismo (1) Leonardo Boff (1) liberalismo protestante (1) liberalismo teológico (2) Liberdade (1) liderança (2) Livre-arbítrio (1) Livros (1) Logismoi (2) louvores (1) Lucas (1) luteranismo (1) Magos do Oriente (2) Maligno (2) Marcião (1) Marina Silva (1) Martinho Lutero (1) Martírio (5) Materialismo Histórico (1) MDA (1) meditação (2) Meditações (29) milagres (1) Ministério (1) misericordiosos (1) misericórdia (1) missionário (1) Missionários (1) missões (2) monasticismo (2) morte (1) mulheres (1) Mártires da fé (2) mídia (1) música (2) Natal (10) nazismo (1) necessitados (1) neopentecostalismo (1) Nietschie (1) Noemi (1) Notícias (3) Obediência (1) olhos (1) opinião (2) oração (31) oração do Pai nosso (16) ortodoxia (9) ortopraxia (1) Orígenes (2) pacifismo (1) paciência (1) Padres (1) Padres do Deserto (2) Pai (1) Palavra (1) Palavra de Deus (1) Panorama do Novo Testamento (7) Papa (1) pastor (2) Pastores (2) Paul Tillich (4) Pecado (4) Pecados Capitais (1) pedofilia (1) Pensamento (8) Pensamentos (8) pentecostalismo (3) Pentecostes (1) perdão (2) perseguição (2) Piedade (1) Pneumatologia (2) pobres (2) Política (8) predestinação (1) pregadores (1) pregação (1) pregações (6) Profecia (1) Profetas (2) prosperidade (1) prostituição (1) protestantismo (8) Páscoa (1) quakers (1) quebrantamento (1) recomendações de leitura (1) reconciliação (1) Reflexão (35) Reflexões (13) Reflexões Teológicas (1) Reforma Protestante (4) reformadores (2) Rei Asa (1) reino dos céus (2) relacionamentos (2) Religião (1) Religião Civil (1) renúncia (3) Ressurreição (3) revelação (1) Ricardo Bitun (1) Ricardo Gondim (2) Richard Foster (1) riquezas (4) Romanos (1) Rubem Alves (2) Rudolf Bultmann (2) Rute (1) Sacramento (1) Sagradas Escrituras (6) salvação (4) santa ceia (2) santidade (5) santificação (4) santo (1) Santíssima Trindade (4) secularismo (1) seguimento de Cristo (2) Semelhança com Deus (1) sermão do monte (17) Servidão (1) Serviço (1) silêncio (4) simplicidade (4) sobre o uso das riquezas (3) sofrimento (4) soteriologia (2) sucessão apostólica (1) Supremo Tribunal Federal (1) Sêneca (1) Síria (1) Taizé (3) tempo (1) tentação (1) teologia (14) Teologia da Espiritualidade (11) Teologia da Evangelização (1) Teologia da Pregação (1) teologia da prosperidade (4) Teologia Natural (1) teologia pastoral (5) Teologia Própria (2) Teologia Relacional (1) Teologia Sistemática (1) Teresinha do Menino Jesus (1) Terrorismo (3) tesouro (1) testemunho (1) teísmo aberto (1) teólogo (1) Teólogos (1) Theosis (1) Thomas Merthon (3) tolerância (2) Tolstoi (3) traição (2) Trinitário (1) unidade (1) universalismo (1) universo (1) Vida (1) vida cristã (10) violência (1) Virgem Maria (6) vocação (3) Voltaire (1) Vídeo (4) vídeos (4) Vídeos Favoritos (1) William J. Saymour (2) Zacarias (1) Ética Cristã (1) ódio (2)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...