Suicídio entre pastores


Temos visto na mídia a ocorrência de suicídio entre pastores.

O que será que tem levado pessoas que falam tanto em Deus cometerem tal ato?

Uma posição mais fundamentada carece de maiores estudos.

Na falta destes, seguem alguns palpites que talvez possam contribuir nessa investigação.

Não podemos duvidar de que a depressão é uma doença, uma enfermidade, que necessita de tratamento médico especializado.

Há determinados contextos evangélicos em que admitir enfermidade é uma fraqueza. Quanto mais, admitir que se está deprimido.

É preciso afastar todo o tipo de preconceito e se incentivar a procura de uma ajuda especializada.

Outra questão é o elevado nível de cobrança em alguns contextos.

Existem igrejas que cobram resultado de seus pastores, como templos cheios, grandes arrecadações, entre outras coisas.

Isso pode estar se convertendo em um terrível assédio moral.

Além disso, existe a própria cobrança que o ministro faz a si mesmo.

Caso tudo não vá como se esperava, ele começa a se sentir um verdadeiro fracasso.

Como não pode admitir fraqueza, logo, começa a partir para o isolamento.

Logo surgem os próprios conflitos familiares e conjugais.

Isso sem falar em dificuldades de ordem financeira, que os pode levar a uma verdadeira crise de fé.
Enfim.

Os pastores precisem redescobrir o evangelho da graça de Deus.

Saber que não são perfeitos, que Deus também os ama, independentemente de sua produtividade. Que precisam de constante perdão, como qualquer pecador, admitir fraqueza, ter amigos para desabafar, valorizar períodos de descanso e, quando necessário, procurar ajuda profissional.

Suicídio entre pastores e demais ministros do evangelho

Comentários

Mais visitadas do mês

Manaém, o colaço de Herodes

Resenha da obra "Ego Transformado", de Tim Keller

Aprendendo com os erros do Rei Amazias

Acolhei ao que é débil na fé - uma reflexão sobre romanos 14.1

E não endureçais os vossos corações (Hebreus 3.7-13)

Os discípulos ocultos de Jesus

A fé segundo Rubem Alves

Panorama do Novo Testamento: O Evangelho de João

O crente egoísta

As atitudes missionárias de Jesus