Prostitutas no Reino de Deus




Estes dias, alguém me perguntou porque Jesus foi tão radical ao ponto de dizer que as prostitutas precederiam os religiosos no Reino dos céus.

Realmente, é uma questão bastante chocante, um dito bem radical da parte de Nosso Senhor. Daí, me pus a pensar no assunto.

Não sei se esgoto o tema, ou ao menos se acerto, mas pelo menos tento...

É muito fácil tornar-se um bom religioso, mas ao mesmo tempo uma pessoa centrada em si mesma.

Como assim?

Explico.

Ou tento...

Primeiramente, não é difícil ser um bom moralista.

Não roubar, não matar, não mentir, não adulterar, etc...

Cumprir estas coisas são mais do que obrigação de qualquer pessoa civilizada.

E qualquer pessoa sensata sabe que, obedecer tais coisas, beneficia quem as pratica.

O jovem rico fazia todas estas coisas, mas não foi aceito por Cristo...

Em segundo lugar, não é difícil cumprir nossas obrigações litúrgicas, religiosas, cultuais...

Comparecer regularmente a um culto dominical, cantar bastante, ajudar a instituição com ofertas, dar o dízimo da hortelã, etc.

Até aqui, se fizermos isso, seremos bons fariseus; nossa justiça será igualzinha a destes.

Em terceiro lugar, não é difícil amar quem ama a gente.

Tal amor, muito belo e verdadeiro, na verdade pode ser também uma expressão do nosso próprio egoísmo.

Isto porque, precisamos amar que nos ama por uma questão de sobrevivência.

E amar um filho, alguém que nos é querido, é também uma expressão de nossa necessidade natural por afeição, carinho e dependência.

Em quarto lugar, não é difícil sustentar a crença na "reta fé", na ortodoxia de nossa própria religião. Crer que Jesus é o nosso único Senhor e Salvador, ter prazer em sua Palavra, gostar de estudar as doutrinas de nossa crença.

Portanto, ser moralista, cumprir nossos rituais litúrgicos, estar em paz com quem nos ama, sermos ortodoxos em nossa fé, expressa a justiça daqueles que eram considerados por Jesus como fariseus.

Não nos faz nem mesmo quase cristãos... Pois podemos perfeitamente fazer tais coisas e continuarmos totalmente auto-centrados, congratulando-nos uns aos outros pela nossa própria bondade...

Vamos para o céu agindo assim? Herdaremos o Reino?

E as prostitutas?

As prostitutas precederão muitos religiosos. Quem afirmou isso foi Jesus, não foi eu.

E porque?

Bom.

As prostitutas vendem talvez o que de há mais sagrado lhes pertencem em prol de pessoas que elas amam. O próprio corpo, juntamente com sua dignidade. Por dinheiro, permitem que homens descontrolados realizem suas necessidades fisiológicas nelas.

Elas doam o seu corpo, alugam o seu ser, sua dignidade, seja para sustentar a si mesmas, seus filhos, seus pais; enfim, pessoas que delas necessitam.

Lembro-me de uma passagem de "Crime e Castigo", em que Dostoiévsky narra por páginas o drama de uma jovem mocinha que diante da calamitosa situação de sua família nas ruas de São Pestesburgo acaba que vendendo sua virgindade e se torna prostituta. Suas mãozinhas trêmulas diante de uma mãe já velha, um pai bêbado, entregando uma poucas notas para aliviar as dores de sua família. Sua mãe, lacrimosa, respeitosamente pega o dinheiro daquela mãozinha de menina  cujos seios não estavam nem totalmente formados ainda, e juntas, abraçam-se, ajoelham-se e rezam. Faz tempo que li. Chorei. Não sei se era realmente assim que estava descrito. É assim que me lembro. Quando li, aquilo me marcou profundamente.

Então, suspeito que era disso que Jesus estava a falar. De gente que, ainda que de um modo errado, ainda que devido a perversidade do sistema, se doa não somente para si própria, mas em prol do outro, abrindo sua mais profunda dignidade, fazendo-se de objeto, por amor. Enquanto que religiosos, bem que podem fazer da religião um sistema, cumprir fielmente seus preceitos, mas serem completamente auto-centrados.

Importa-nos entrar no Reino. Religiosos vão entrar, segundo Jesus. Depois das prostitutas mencionadas, mas vão.

Comentários

  1. Caro Carlos, sim concordo com vc em relação a verdadeira posição das pessoas,em nossa ótica somos levados a crer que conhecimento, titulos e moralidade repersentam a verdadeira posição de , uma pessoa , mas qual seria a oportunidade de uma prostituta e quais as chances de uma vida de moral e conduta?
    Jesus tem uma prostituta em sua genealogia e isso aos olhos humanos seria um absurdo, mas Deus tem seus modos de contrariar nossa mente moralista e que bom que isso acontece, uma prostituta na frente de um religioso é sem duvida nenhuma uma ótica divina de ver a importância de e o amor de um Deus que não se importa com nossa posição.
    Gostei disso.

    Mauricio - amigo da Sandra

    ResponderExcluir
  2. Concordo plenamente, Maurício. É possível enxergar atos de amor muito mais profundos, por muitas vezes, em pessoas que a sociedade e a religião não valorizam. Obrigado por postar por aqui.

    ResponderExcluir
  3. Querido, seu texto e seus pensamentos são perfeitos. Concordo plenamente com tudo que vc escreveu...Creio que Jesus quer muito mais de nós, não apenas religiosos que cumprem fielmente sua doutrina ele quer um coração compadecido e cheio de misericórdia para com os outros....


    Bjusss te amo !!!
    Andréa

    ResponderExcluir
  4. Oi, meu amor! Que o Senhor nos ajude a sermos pessoas compassivas e cheias de misericórdia para com os necessitados. Te amo muito!! (Carlos Seino)

    ResponderExcluir
  5. Porque nada podemos contra a verdade,senão em favor da própria verdade.2COR.13:08

    ResponderExcluir
  6. Fabiano Lúcio de Brito,assina o comentário anterior.Paz de Cristo!!

    ResponderExcluir
  7. Que Deus quer e um coracao convertido pelo pecado abandonando o sistema e aberto a palavra elas crerao porque erao escoria do mumdo onde todos satisfazem seus piores desejos e lavao as maos e diz ninguem me viu nao sabem que no coracao que lhe serviu a um ser que chora por dar se por nessecidade e quando jesus mostrou um caminho de amor sem nada em troca foi um presente que jamais receberao pois tudo que fazian tinha preco e nimguem lhes dava nada de graca como Deus ....amem

    ResponderExcluir
  8. Obrigado, Márcia, por participar aqui do meu blog. Paz!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Mais visitadas do mês

Manaém, o colaço de Herodes

Resenha da obra "Ego Transformado", de Tim Keller

Aprendendo com os erros do Rei Amazias

Acolhei ao que é débil na fé - uma reflexão sobre romanos 14.1

Os discípulos ocultos de Jesus

E não endureçais os vossos corações (Hebreus 3.7-13)

Panorama do Novo Testamento: O Evangelho de João

As atitudes missionárias de Jesus

A fé segundo Rubem Alves

FONTES DA TEOLOGIA